PREVENÇÃO DO BRANQUEAMENTO CAPITAIS E DO FINANCIAMENTO AO TERRORISMO
  • A “Lei do Combate ao Branqueamento de Capitais e do Financiamento ao Terrorismo” define um conjunto de medidas, de natureza preventiva e repressiva, de combate às atividades criminosas que encobrem a origem dos bens e rendimentos obtidos ilicitamente, transformando-os em capitais reutilizáveis legalmente (Lei nº 25/2008; PL 72/XIII).
  • Estas medidas abrangem empresas e profissionais do setor financeiro e não financeiro, definidos como “Entidades Sujeitas”, e vincula-os ao cumprimento de um conjunto de deveres na concretização de operações, nomeadamente i) identificação e o conhecimento de clientes, ii) conservação do suporte documental referente a clientes e operações, iii) exame e comunicação de operações suspeitas, e iv) adoção e aplicação de sistemas e procedimentos de controlo internos adequados ao risco.
A Datacomp possui soluções aplicáveis a entidades de diversas dimensões e volumes de transações, por forma a responder às necessidades legais atuais e às que se encontram em fase de discussão.

As soluções Anti-Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo (AML - Anti Money Laundering) da Datacomp baseiam-se em algoritmos de inteligência artificial:

  • SIOPEIA: Prevenção de branqueamento de capitais e Financiamento ao terrorismo para grandes volumes de transações;
  • GEB-TRS: Controlo de circulação de mercadorias,  ou destinos, sob controlo.
  • DATANYX: Prevenção de branqueamento de capitais e Financiamento ao terrorismo para pequenos volumes de transações

Apoiando-se nas suas parcerias juridicas e consultores de recursos humanos e organização a Datacomp, disponibiliza aos seus clientes serviços na definição de:

  • automatização das comunicações para as diversas entidades envolvidas
  • procedimentos internos e manuais
  • estrutura organizacional e humana de suporte
  • perfis comportamentais da equipa de compliance e referenciais de risco
  • perfis de risco dos clientes